extravio-bagagem-mala-viagem-aeroporto

Cara, cadê a minha mala?


  • novembro 12, 2015
  • mpmidia
Ampliar foto

Depois de passar horas dentro de um avião, o que você mais quer é chegar ao seu destino, pisar em terra firme e pegar a sua mala. Mas, onde está ela? No desembarque, todas as bagagens passam pela esteira, os passageiros pegam os pertences e você continua lá, aflito. O salão vai se esvaziando e quando você dá por si, só resta você e mais nenhuma mala surge pelo túnel. É, você perdeu a sua mala. Considerado o pesadelo de grande parte dos viajantes, ninguém está imune a este fato. Aeroportos perdem, extraviam e passageiros confundem malas o tempo todo.

como-reclamar-ou-ter-ressarcimento-pelo-extravio-de-malas-vender-milhas

Nesta hora, o ideal é manter a calma e seguir o procedimento para a recuperação dos seus pertences e garantir os seus direitos. Você sabe o que fazer? Então fique atento!

1. Qualquer problema terá que ser comunicado imediatamente e por escrito à companhia aérea, por meio do RIB – Relatório de Irregularidade de Bagagem, ainda no aeroporto. Após deixar o aeroporto há o limite de 7 dias após o desembarque, mas isso diminui as chances de conseguir uma indenização. Se não conseguir preencher o RIB, utilize o SAC via e-mail para documentar sua reclamação;

2. Caso a empresa não possa entregar sua bagagem de imediato, você deve exigir alguma compensação financeira para comprar itens de primeira necessidade (o valor varia de acordo com a rota e com a empresa, mas algo em torno de US$ 150 em voos para o exterior ou R$ 380 no Brasil). Os recibos serão exigidos; se não conseguir e tiver algum gasto, guarde os comprovantes;

3. Caso sua bagagem seja entregue com atraso superior a 72 horas de seu desembarque, você tem direito a uma compensação financeira maior. No entanto, as empresas têm até 30 dias em voos domésticos e 21 dias em voos internacionais para localizar a bagagem antes de oficializar o extravio. Somente após esse prazo elas começam a falar em indenização. Em todos os casos, você tem direito a receber sua bagagem na cidade e no endereço de sua conveniência, caso ela seja encontrada.

4. Quando a mala não é encontrada, as empresas aéreas vão calcular e oferecer uma proposta de indenização de acordo com o peso da mala registrado no check-in. A Convenção de Varsóvia, da qual o Brasil é signatário, estabelece o limite de US$ 20 por quilo de bagagem extraviada em voos internacionais (isso mesmo, muitas vezes não pagará o custo da sua mala). Em voos domésticos o limite é R$ 4.200,00, equivalente a 1.131 DES – Direito de Saque Especial / FMI (Fonte: ANAC). Nesse caso, reclame e tente comprovar os bens e seus valores que constavam na mala extraviada. Se não estiver satisfeito, recorra à justiça;

5. Em caso de furto, além do RIB, faça um boletim de ocorrência na delegacia, mencionando a empresa área, o número do voo e todos os dados possíveis.

Lost luggage at Airport.

Perder a mala é realmente um péssimo jeito de começar uma viagem. Mas depois das nossas dicas, você estará armado para conseguir tudo o que é seu de volta. Além disso, este acontecimento pode se tornar uma oportunidade para tornar a sua viagem ainda mais interessante e inusitada. Não se abale! Aproveite e vivancie esta experiência!